As 10 alergia na pele mais comum

As 10 alergia na pele mais comum

.. comentário


A alergia na pele é um incômodo muito grande. Ao identificar os primeiros sintomas da alergia, devemos limpar a área com água e sabonete neutro e evitar qualquer contato com o desencadeante.

Uma alergia de pele pode complicar nossas vidas de várias maneiras, por isso é importante estar atento às erupções cutâneas que podem ocorrer. Conheça hoje as 10 alergias de pele mais comuns, como identificá-las e as medidas adequadas para evitar que elas afetem você.

As 10 alergia na pele mais comum

1- Perfumes e fragrâncias

Os perfumes e fragrâncias são uma das causas mais comuns de alergias em adultos e segue crescendo. Estes produtos abrangem uma grande quantidade de opções: sabonetes, loções para o corpo, shampoos, produtos de limpeza doméstica, lenços umedecidos, entre outros. Pode ser o caso inclusive daqueles produtos rotulados como “sem perfume” podem causar dermatite de contato. Se você notar que algum produto com fragrância te causa reações alérgicas, mude para produtos com óleos naturais ou produtos sem fragrância.

2- Níquel

Outra das alergias que a maioria dos dermatologistas tratam é o níquel. Este metal é usado para criar jóias, algumas peças com ouro e piercings. As reações mais comuns ocorrem nos ouvidos, devido aos brincos de níquel e podem ocorrer no primeiro contato ou depois de muito uso. Os produtos que usam níquel são muito diversos: relógios, armações de lentes, fechos, botões, cintos, etc.

3- Látex

É cada vez mais comum encontrar alergias causadas pelo látex, isso se deve porque a quantidade de produtos que o têm como base cresceu consideravelmente. Este material é usado para fazer luvas, bolas, roupas, preservativos e muitos outros produtos. Os sintomas da alergia ao látex variam desde pequenos inchaços ou vermelhidão da pele até dificuldade em respirar e vômitos.

4- Tinta de cabelo

As alergias por contato com tinta de cabelo são causadas pela sensibilidade à parafenilenodiamina (PPD), um produto químico comum nas tintas que deve ser misturado com outras substâncias antes de ser aplicado. Para evitar os desconfortos desta alergia, o teste de sensibilidade deve ser realizado conforme indicado na embalagem. A PPD também pode ser encontrada em outras tintas, como a henna negra temporária. Os sintomas geralmente incluem coceira, dor e inchaço.

5- Erva venenosa

A erva venenosa é uma erva muito comum que contém urushiol, um óleo que causa alergias em grande parte da população. Esta alergia se apresenta em forma de erupções, bolhas, vermelhidão, urticária e coceira na pele. O urushiol é uma substância pegajosa, característica que facilita sua propagação. Os desconfortos podem ser tratados em casa lavando a área afetada com bastante água fria e usando anti-histamínicos.
As 10 alergia na pele mais comum
6- Tecidos

Embora muitas pessoas acreditam ser alérgicas à lã, este material em seu estado puro não causa alergias. O que acontece neste caso é que a textura provoca algum desconforto que pode ser confundido com uma alergia. Em contrapartida, os materiais têxteis que provocam alergias são os derivados de resinas de formaldeído. Este material é um dos componentes básicos dos vestuários.

Os sintomas da alergia ao formaldeído são queimaduras, urticária e inchaço. Caso experimente esses sintomas, tente mudar suas roupas para aquelas que são feitas de algodão, poliéster, nylon e acrílico sem formaldeído. Algumas vezes, quando a alergia é leve, os sintomas diminuem ou desaparecem após a lavagem da roupa várias vezes.

7- Cosméticos

As alergias aos cosméticos podem ser devidas as fragrâncias, embora também sejam geralmente causadas pelos conservantes adicionados. A irritação da pele é um problema comum que pode ser experimentado por qualquer pessoa e a qualquer momento, se o produto cosmético estiver expirado ou for de má qualidade. No entanto, se constantemente estiverem presentes vermelhidão, inchaço e erupções é provável que haja uma alergia a certos elementos como formaldeído, parabenos ou timerosal. Se você tiver alguma alergia aos cosméticos, é importante que deixe de usá-los e ao longo do tempo, experimente alguns produtos gradualmente, até encontrar os cosméticos adequados para sua pele.

8- Medicamentos tópicos

Os cremes e pomadas com antibióticos que costumam ser utilizados para tratar cortes e outros desconfortos contém neomicina, um ingrediente que pode produzir alergias variando de leve a muito grave. Os medicamentos que o contém podem provocar desde irritação ou ressecamento até bolhas na área. Se você suspeita que é alérgico à neomicina, é aconselhável ir ao alergista para realizar um exame de alergia e confirmar. Uma vez que tiver certeza desta alergia, é importante informar ao seu médico e dentista para que evitem esses produtos ao te tratar.

9- Protetor solar

Os protetores solares que usamos podem causar efeitos contrários aos que buscamos se somos alérgicos a eles e nos expormos ao sol. Pode parecer estranho, mas alguns produtos químicos usados ​​nesses produtos mudam negativamente a alérgicos quando entram em contato com o sol. Os produtos químicos que causam essas alergias são o ácido para-benzoico (PABA), benzofenonas, oxibenzona, salicilatos e ciclo-hexanol. Algumas peles são mais resistentes e podem não apresentar nenhum desconforto ou apresentar desconfortos muito leves. Em qualquer caso, para evitar qualquer risco, você pode procurar protetores solares livres desses compostos.

10- Produtos domésticos

Os produtos domésticos que normalmente causam alergias são aqueles que contêm solventes e adesivos, principalmente alguns tipos de adesivos muito fortes e muito duráveis. Alguns exemplos desses produtos são diluidores de tinta, removedores de esmaltes e isqueiros de carvão líquido. A maioria destes produtos se caracterizam por gerar irritações, mas as peles sensíveis podem desenvolver alergias se estiverem em contato constante com esses produtos.

Aprenda a identificar os primeiros sintomas das alergias

É importante estar atento aos primeiros sintomas de uma alergia. Estes geralmente são vermelhidão, comichão, queimação e pequenas bolinhas. Se os identificarmos, devemos limpar a área com água e sabonete neutro, além de evitar qualquer contato com o que produz a alergia. Se os sintomas forem muito graves, deve ir ao dermatologista ou alergista o quanto antes, afinal existem muitos tipos de alergia na pele e todas têm um tratamento específico.