Sintomas de intolerância à lactose

Sintomas de intolerância à lactose

.. comentário


Todos os dias aparece uma nova pessoa que sofre de intolerância à lactose. Não é uma condição grave, não coloca em perigo a saúde, pode simplesmente fazer com que tenha má digestão e pequenos mal-estares.

Você pode apresentar alguns sintomas que podem causar deterioração da vida diária. Conheça aqui todos os sintomas de intolerância à lactose.

Ser intolerante a certos alimentos não é nada novo, embora pensamos que isso é coisa do nosso século, onde muitas pessoas sofrem de intolerância a muitos tipos de alimentos. Na verdade, isso já acontece desde muito tempo atrás. Não existe apenas a intolerância à lactose, também a frutos secos, cereais, frutas ou legumes.

Intolerância a lactose

Um distúrbio que ocorre após a ingestão de lactose, se produz devido a deficiência da enzima responsável pela digestão de uma substância. Se absorve mal devido ao açúcar do leite que passa no cólon onde fermenta mal e produz gases e mal-estar.

Uma pessoa intolerante à lactose consumir leite, iogurte ou sorvete não irá causar danos graves ou irreversíveis, só trará danos temporários. É difícil de detectar se somos ou não intolerantes à lactose, às vezes, pode ser confundido com um crescimento bacteriano, ser celíaco ou uma inflamação intestinal.

Ao longo dos anos, o ser humano desenvolveu mutações genéticas que toleram a ingestão de leite e lactose em geral, no entanto, encontramos aqueles que não produzem enzimas suficientes para absorvê-la.

Sintomas de intolerância à lactose

A maioria dos pacientes que têm intolerância não excedem uma intolerância primária, ou seja, podem consumir um copo de leite, um iogurte, sem sentir os sintomas ou até mesmo ingerir lácteos junto com as refeições sem sofrer doenças graves a nível intestinal.

Nos supermercados encontramos todos os dias novos produtos lácteos que não tem lactose, isso acontece pelo aumento significativo de pessoas intolerantes à lactose junto com a consciência dos empresários que querem oferecer alternativas a seus consumidores.

As doenças podem aparecer de meia hora a duas horas após o consumo de qualquer alimento contendo lactose.

– A severidade dos sintomas dependerá de cada pessoa, você terá que ver o seu tamanho, peso, altura, a quantidade de alimentos consumidos e a falta da enzima lactase no estômago.
– Devemos estar atentos para detectar se somos ou não intolerantes, se depois de consumir produtos lácteos ficamos mal.
– A intolerância pode produzir fezes mais ácidas que ocasiona irritação e ardor ao defecar.
– Pode provocar dor abdominal, inchaço e uma maior quantidade de gases.
– Os gases tendem a ter um odor mais forte do que o habitual.
– Diarreia ou constipação ocasional.
– Cãibras ou cólicas estomacais.
– Em crianças e adolescentes é comum que sofram vômitos ou náuseas.

As vezes, em intolerâncias mais graves podem produzir outros sintomas:

– Perda de peso.
– Vermelhidão na área perineal.
– Cólicas abdominais.
– Diarreia aguda.
– Problemas de pele.
– Cansaço extremo.
– Dores nas extremidades.

Como detectar a intolerância?

Se notarmos alguns dos sintomas mencionados acima, podemos nos submeter a dois processos que podem nos ajudar a descobrir. É essencial consultar um especialista que possa diagnosticar se sofremos ou não de intolerância à lactose.

Medição de uma resposta glicêmica

O sangue é colhido para determinar o nível de glicose inicial.
Depois o paciente recebe uma sobrecarga de 50 gramas de lactose a cada meia hora durante duas horas.
Em seguida, voltará a colher sangue para determinar o nível de glicose.

Poderíamos dizer que é um teste pouco específico, pois existem outras patologias que também podem alterar o açúcar no sangue.

Biópsia do intestino delgado

As amostras necessárias são obtidas através de uma endoscopia esofágica ou gastrointestinal. Os tecidos analisados ​​em laboratório ajudaram a verificar a presença ou ausência da lactase na mucosa.

Acidez das fezes

É realizada apenas nas fezes das crianças, já que em adultos pode ser alterada por outras variantes.

Teste genético

Uma elevada percentagem de nosso organismo vem de nossa genética, a nossa família transmite tanto o bem como o mau. A avaliação realizada tem como objetivo detectar uma intolerância primária ocasionada pelo gene MCM6.

Uma amostra de sangue ou saliva é suficiente para analisar os dois polimorfismos associados a esta condição.

Conheça os sintomas da intolerância à lactose e como conviver diariamente com ela