4 dicas para crianças intolerantes à lactose

4 dicas para crianças intolerantes à lactose

.. comentário crianças intolerantes a lactose, intolerancia a lactose, intolerancia a lactose sintomas


A partir do primeiro ano de vida do seu pequeno você pode incluir em sua dieta alguns produtos lácteos, mas o que acontece quando o seu bebê intolerante à lactose? Sua dieta é a primeira coisa a ser modificada e com a apropriada orientação do seu médico, você pode montar um novo plano.

Mas, como uma mãe amorosa que você é provavelmente está em busca de outras maneiras de ajudar e cuidar do seu pequeno. E é por isso que hoje vamos deixar aqui 4 dicas para crianças intolerantes à lactose.

Dicas para crianças intolerantes à lactose

1. Registro da alimentação

É o primeiro passo para identificar, controlar ou eliminar a lactose que o seu filho consome. Tenha em mente que a intolerância muda de criança para criança, alguns pequenos pode consumir quantidades controladas, enquanto que outros são sensíveis a porções mais reduzidas.

É por isso que ter um registro de suas refeições é uma maneira útil para ajudar a identificar os alimentos e a forma que o corpo reage a eles. É muito importante anotar o lácteo específico que comeu (tipo, sabor, apresentação, etc.), tempo em que deu uma reação e o tipo de reação que teve (inflamação, gases, diarreia).

Em algumas ocasiões terá que ser mais detalhada na descrição e, no caso de algumas reações terá que anotar o ocorrido uma só vez ou por um tempo prolongado.

4 dicas para crianças intolerantes à lactose

Recomendamos que você busque produtos que contenham probióticos e prebióticos, os quais se encarregam de ajudar a proteger a barriguinha do seu filho, além de favorecer sua flora intestinal. Com estas substâncias, você ajuda a apoiar o fortalecimento do sistema imunológico do seu filho.

2. Verifique os rótulos

A quantidade de alimentos que contem lactose é surpreendente, por isso, é muito importante verificar os rótulos dos alimentos que você compra para o seu filho.

Não basta apenas olhar os rótulos de produtos como: cereais, comida instantânea, margarina, molho de salada, pão fatiado, biscoitos, etc. Lembre-se que não só o leite inteiro ou seus derivados como queijo podem conter lactose.

3. Nutrição de campeões

Se for preciso que você remova todos os produtos lácteos da dieta do seu pequeno, deve levar em conta as suas necessidades nutricionais, ou seja, as vitaminas e minerais que seu corpo necessita para crescer grande e forte.

A primeira coisa é encontrar outra fonte de cálcio, que é essencial para o desenvolvimento dos ossos e dentes. Você pode optar por leite em pó livre de lactose, projetado para facilitar a digestão. Recomendamos que busque encontrar um que, além de cálcio, vitamina A e D, ferro e zinco, inclua probióticos que ajudem com o cuidado do seu sistema digestivo.

4 dicas para crianças intolerantes à lactose

Além do leite em pó, pode incluir alimentos como tofu, brócolis, laranja ou leguminosas como feijão, alguns peixes como o arenque e verduras, que são também (não lácteos) e fontes de cálcio.

Se você tiver dúvidas sobre as opções alimentares do seu filho. Marque uma consulta com o pediatra dele e tire todas as suas dúvidas.

4. Alimentos por etapa

Este é um aspecto muito importante para cuidar do seu pequeno e ter certeza que ele se desenvolverá tanto fisicamente como mentalmente. Ao passar a marca do seu primeiro aniversário, as crianças começam a explorar tudo ao seu redor e se aventuram com um grande sorriso as novas experiências.

Nos próximos anos eles continuam crescendo, mas não tão rápido como nos primeiros 12 meses. Com isso é fácil esquecer que eles ainda são crianças pequenas com necessidades e comportamentos próprios de sua idade, mas quando se trata de sua dieta é vital que tenha em mente a etapa que ele está atravessando e que isso se converta em um guia para seus planos de alimentação.

Felizmente, existem muitos produtos no mercado e que nos dizem para que etapa foi projetado. Recomendamos que você escolha aqueles que vão de acordo com a idade do seu filho e que podem ser adaptados ao longo do tempo.