Saiba tudo sobre o teste do pezinho

Saiba tudo sobre o teste do pezinho

.. comentário


Se você acabou de se tornar mãe ou pai, um dos momentos mais difíceis que terá que passar com seu bebê é a hora do teste do pezinho. Através deste teste, analisam o sangue do seu pequeno para tratar o mais rapidamente possível doenças metabólicas, como o hipotireoidismo ou a fibrose cística. Se essas doenças são diagnosticadas com atraso podem causar sérios problemas na saúde do bebê e até mesmo colocar sua vida em risco.

O teste consiste em uma punção na área do calcanhar e geralmente é feito dentro de alguns dias após o nascimento. Contaremos um pouco mais sobre o teste do pezinho logo abaixo. Não perca! Saiba tudo sobre o teste do pezinho.

Doenças que são detectadas com o teste do pezinho


Com o teste do pezinho se busca prevenir e tratar futuras doenças metabólicas que afetam de forma negativa em órgãos tão importantes como o coração ou os pulmões ou o bom desenvolvimento do pequeno. A grande maioria dessas doenças são de natureza genética e muitas vezes são herdadas de pais para filhos. Como já mencionamos acima, graças a este teste do sangue do pequeno, pode ser detectado doenças como o hipotireoidismo congênito, a fibrose cística, a tirosinemia ou a hiperplasia adrenal congênita. É por isso que é tão importante realizar este teste para o bebê recém nascido.

Em que consiste o teste do pezinho?


O teste do pezinho consiste em uma pequena picada na área do calcanhar, deixando pingar um pouco de sangue para impregnar no papel que é enviado ao laboratório e analisar o mesmo para descartar qualquer uma das doenças mencionadas acima. Na maioria das vezes, o bebê sente a dor da picada e chora de maneira descontrolada, por isso é aconselhável o acariciar continuamente a fim de tranquilizá-lo. Especialistas no assunto aconselham realizar este teste durante os primeiros dias de vida do bebê, especificamente nas primeiras 48 e 72 horas para detectar o mais rápido possível qualquer tipo de condição ou doença que possa ter o bebê.

Além do sangue, geralmente recolhem os dados do bebê junto com os da família para facilitar o envio dos dados obtidos nas análises e os pais possam saber o mais cedo possível os resultados deste exame de sangue. No caso do teste do pezinho sair positivo, deve ser repetido para certificar de que não houve falha e que o teste é totalmente válido. Se continuar sendo positivo e confirmar que o bebê possui algum tipo de doença metabólica, deve ser iniciado o tratamento o mais rápido possível para evitar possíveis complicações de saúde. Os pais receberão assessoramento de um especialista para que saibam como lidar com o problema da melhor forma possível no dia-a-dia.

Como você conseguiu ver, o teste do pezinho é necessário e bastante importante, já que permite detectar alguma doença metabólica e salvar a vida do bebê. Trata-se de um exame gratuito que todos os hospitais são obrigados a fazer e, embora seja um momento muito difícil para qualquer pai e mãe, uma vez que o bebê chora muito, é essencial fazê-lo o mais rápido possível. Esperamos ter deixado claro as informações a respeito do teste do pezinho. Mas não hesite em perguntar tudo ao pediatra do seu filho também.