Calos: Tipos, causas e tratamentos!

Calos: Tipos, causas e tratamentos!

.. comentário


Os calos são um excesso de crescimento da camada córnea (camada mais externa da pele) devido a uma fricção ou sobrecarga contínua. Como conseqüência, aparece uma hiperqueratose (fragmento de pele dura e espessa) que chega a ser muito dolorosa quando há um núcleo que coincide com a zona de pressão.

A sua aparição influencia o tipo de calçado, a forma de caminhar ou a deformidade dos pés. Geralmente aparecem no dorso dos dedos ou na sola dos pés. Veja abaixo calos: Tipos, causas e tratamentos!

Causas

O principal motivo pelo qual o calo aparece é a pressão e fricção de algum elemento externo com a pele. Como conseqüência, se produz uma multiplicação celular que faz com que a pele endureça e engrosse.

O engrossamento tem uma função protetora, principalmente quando o calçado não se encaixa bem. Ou nas mãos ao trabalhar com elas, como os agricultores.

Além disso, as pessoas que têm outras condições nos pés, como joanetes, geralmente desenvolvem calos.

Outra causa é a má formação dos pés.

Sintomas

As principais manifestações clínicas dos calos nos pés:

– A pele dura e grossa.
– A pele pode ser escamosa e estar seca.
– Se encontram áreas de pele grossa e endurecida nas mãos, nos pés ou em outras áreas que podem sofrer fricção ou pressão.
– Possibilidade de sangramento e dor na área afetada.

Prevenção

O melhor método para evitar a aparição dos calos é reduzir a pressão nas áreas onde geralmente aparecem. Especialistas recomendam verificar o tipo de sapato que é usado.

Além disso, mantenha os pés bem hidratados, já que a secura e a descamação favorece o aparecimento de calos, por isso use cremes que ajudam a prevenir a proliferação. Por último, você pode ir ao podólogo para realizar um estudo sobre as pressões. Desta forma, saberá quais áreas estão exercendo mais pressão e o que pode fazer para minimizá-las.

Tipos de calos

Distinguimos três tipos principais de calos:

Duros

É o mais comum. Geralmente aparece nas falanges dos dedos, na parte superior, nas pontas, entre os dedos dos pés ou até do lado da unha. Nos pés geralmente aparece no segundo, terceiro e quinto dedo na maioria das vezes, sendo mais freqüente no quinto por estar no final e em contato permanente e direto com o calçado.

Brancos e macios

Esse tipo geralmente aparece entre os dedos dos pés. Se diferenciam dos calos duros, porque têm uma consistência gomosa e leitosa como conseqüência da excessiva umidade dos pés quando estão em ambientes úmidos ou por hiperidrose.

Geralmente aparecem devido ao calçado muito apertado que pressiona excessivamente os dedos e os junta com outros.

Vasculares e neurovasculares

Os calos vasculares têm as mesmas características que os calos duros com a exceção de que em seu interior crescem vasos sanguíneos. Esse tipo provoca uma espécie de hérnia na derme.

No caso dos neurovasculares, se adiciona a presença de tecido nervoso. Estes geralmente são muito dolorosos e sangram.

Diagnóstico

O diagnóstico deste tipo de afecções é feito mediante a observação da área em que o calo está localizado. Não é necessário nenhum teste adicional.

Tratamentos

O tratamento de como tirar calo dependerá do lugar em que o calo está localizado e de sua gravidade. No entanto, o mais comum é utilizar palmilhas especiais ou órteses de silicone (capas que têm uma função de correção).

Se é produzida uma hiperqueratose sem dor, é melhor não tocá-la para não estimular seu crescimento, pois se removermos a pele, ela volta criando mais calos e pode agravar o processo.

O mal uso de calicidas também pode piorar a situação, então consulte o seu podólogo para conhecer a melhor maneira de tratar e evitar os calos.

Outros dados

Embora não seja grave, o calo no pé pode ser irritante e se o motivo que o causa não for removido, pode aparecer várias vezes.

Geralmente não apresentam grandes complicações. No entanto, em pessoas com diabetes, podem produzir infecções e úlceras que levam a lesões maiores, por isso é importante que os diabéticos façam revisões nos pés com frequência.