Remédios caseiros para o ovário policístico

Remédios caseiros para o ovário policístico

.. comentário


Muitas mulheres sofrem da síndrome dos ovários policísticos, ocorre quando os ovários fabricam mais andrógenos do que estrogênios e progesterona e assim compromete então os processos que desenvolvem e liberam o óvulo durante o ciclo hormonal.

Os ovários acabam sofrendo a formação de pequenos cistos ou folículos, são de caráter benigno, isto é, não são cancerígenos, só que causam desequilíbrios inflamatórios nos tecidos, provocam outros sintomas que afetam a rotina diária.

Os tratamentos naturais são um complemento ao tratamento médico, não deve substituir o tratamento atribuído pelo médico, no entanto, são pequenas ajudas que podem ajudá-la a lidar melhor com essa síndrome. Sendo assim, conheça abaixo remédios caseiros para o ovário policístico.

Ovários policísticos

Nos referimos a uma mulher que sofre de ovários policísticos quando cresce de volume o revestimento dos ovários e além disso, aparecem cistos ou folículos. Muitas mulheres afetadas têm problemas de fertilidade e menstruações irregulares, o que pode levar à depressão e dificuldade em manter uma vida sexual plena.

Felizmente, nem tudo está perdido, você pode lidar com a prática de hábitos saudáveis ​​e, talvez, em alguns casos, pequena intervenção médica.

Nos concentramos em remédios naturais que podemos elaborar facilmente para nos manter com um melhor controle hormonal e remédios que neutralizam os efeitos da melhor maneira.

Remédios caseiros para acalmar os ovários policísticos

Linhaça

As pequenas sementes de linhaça contêm ácidos graxos de ômega 3 e 6, é perfeita para controlar a produção de andrógenos, que são a principal causa da síndrome do ovário policístico.

Ajudam a prevenir a inflamação dos tecidos, do mesmo modo que controlam as irregularidades que se produzem durante o período da mulher.

As sementes podem ser consumidas misturadas com água. Coloque 10 gramas de sementes em um copo de água mineral e deixe por um tempo de 3 horas, coar as sementes e consumi-las. Separadamente ou em conjunto. Por outro lado, você pode adicioná-las às suas saladas ou sopas.

Sementes de feno-grego

Elas se tornaram populares por serem boas para controlar os níveis altos de pressão arterial e de glicose. Tem efeitos anti-inflamatórios e diuréticos, além disso, fornecem ácidos graxos e antioxidantes que também controlam a atividade hormonal.

Para consumi-las seguiremos os mesmos passos que com as sementes de linhaça. Misture uma colher de sopa de sementes de feno-grego em um copo de água, por outro lado, misture-as com um pouco de mel para corrigir o gosto.

Canela

O ideal é conseguir canela em rama, é perfeita por seus efeitos relaxantes, anti espasmódicos e digestivos. Os compostos regulam os níveis de glicose no sangue e ajuda a queimar mais calorias graças ao exercício metabólico. Também ajuda a diminuir a inflamação durante os períodos menstruais e a formação de cistos.

Você pode preparar uma infusão de canela colocando um raminho de canela fresca em uma xícara de água fervente, deixar repousar 5 minutos e consumir lentamente. Além disso, se você achar muito forte, pode incluí-la em shakes ou sobremesas.

Licorice

O licorice é uma planta que diminui a produção excessiva de hormônios masculinos nas mulheres que sofrem de ovários policísticos. O licorice ajuda a aumentar a atividade metabólica e ajuda a corrigir a ovulação. Você pode consumi-lo de várias maneiras, pois podemos encontrar o bastão natural de alcaçuz e é a maneira mais natural de consumi-lo, no entanto, recomendamos tomar uma rica infusão de licorice. Se você sofre de hipertensão, ignore esse remédio natural.

Estes são alguns dos remédios naturais que podemos usar para cuidar da nossa saúde em relação aos nossos ovários, é uma síndrome que, se mantiver uma boa saúde é fácil de lidar. Como em todos os casos, nem todas as pessoas têm os mesmos sintomas, no entanto, consumir essas infusões pode ser muito benéfico, já que ajuda a desinflamar, a evitar a produção extrema de hormônios.

Se você sofre de dores em seus períodos menstruais, não hesite em ir ao médico se a dor se tornar insuportável, é imprescindível manter exames anuais para evitar sustos no futuro.