3 hábitos que tornam os homens menos férteis

3 hábitos que tornam os homens menos férteis

.. comentário


Igual com as mulheres, os homens também devem se cuidar quando se trata de fertilidade. Por quê? Porque o seu dia a dia também vai influenciar na hora da mulher engravidar. Hoje vamos dizer 3 hábitos que tornam os homens menos férteis.

Hábitos que tornam os homens menos férteis

O que dizem os especialistas?

Recomendam que os homens levem uma vida saudável para que seus hábitos não interfiram em sua fertilidade. Um estudo pelos Institutos Nacionais de Saúde e da Universidade de Stanford, na Califórnia, Estados Unidos, descobriram que o trabalho fisicamente exigente, a pressão alta e o consumo de múltiplos medicamentos podem reduzir a fertilidade masculina.

1. O trabalho físico exigente, um dos inimigos.

O estudo avaliou a relação entre os esforços feitos no trabalho, à saúde e a qualidade do sêmen dos homens que tentam engravidar. Os resultados? 13% dos homens que relataram atividade pesada no trabalho tiveram uma baixa contagem de espermatozoides, em comparação com os 6% dos homens que relataram não fazer nenhum esforço no trabalho. Por outro lado foi comprovado que não havia nenhuma outra exposição relacionada ao trabalho que influenciará na qualidade do sémen (como o calor ou estar muito tempo sentado).

2. Pressão alta, tente evitar.

Embora isso não seja um hábito que depende 100% do homem, as pessoas com pressão elevada podem cuidar-se e tentar mantê-la em níveis mais baixos, sem que isso implique um risco no seu dia a dia. De acordo com o estudo, os homens com pressão arterial alta, diabetes ou colesterol alto, só aqueles com pressão arterial alta tiveram uma menor percentagem de espermatozoides de forma normal, em comparação com os homens que relataram não ter este problema.

3. Muito medicamento também faz mal

Ter o hábito de tomar muito remédio pode afetar a fertilidade de maneira negativa. De acordo com o estudo os homens que tomam mais medicamentos tinham uma contagem mais baixa de espermatozoides do que aqueles que não faziam uso de medicamentos.

De todos os homens que disseram que não tomavam medicamentos, 7% tinham o número de espermatozoides abaixo de 39 milhões (uma contagem normal de espermatozoides é entre 40 e 300 milhões). Enquanto que os homens que relataram tomar dois ou mais medicamentos, 15% relatou uma contagem de espermatozoides abaixo de 39 milhões. A diferença é significativa.

Não se trata de uma questão menor, é importante que você possa ajudar o seu parceiro a tomar consciência de que ele mesmo pode prejudicar a saúde reprodutiva.

Os homens que tem esses hábitos não significa que sejam inférteis, simplesmente que algumas dessas coisas podem ter um efeito negativo sobre a qualidade do seu sêmen, reduzindo assim as chances de conceber.

Se tiver com dificuldades para engravidar não hesite em consultar com seu médico.


  • remedio de presao de homem fertil
  • homens menos férteis